19.5.07

andam bufos à solta

"Se a moda pega, instigada que está a delação, poderemos ter, a breve trecho, uns milhares de docentes presos políticos e outros tantos de boca calada e de consciência aprisionada, a tentar ensinar aos nossos alunos os valores da democracia, da tolerância, do pluralismo, dos direitos, liberdade e garantias e de outras coisas que, de tão remotas, já nem sabemos o real significado, perante a prática que nos rodeia."
Declaração de Fernando Charrua, um professor de Inglês, que trabalhava há quase 20 anos na Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), foi suspenso de funções por ter feito um comentário que a directora regional, Margarida Moreira, apelida de insulto à licenciatura do primeiro-ministro, José Sócrates. Ler no Público
Isto está bonito. Já não se pode abrir a boca sem que colega bufe ou que chefe puna. Temos futuro para os bufos da PIDE que por aí ficaram à solta. A tal de Margarida Moreira parece-me mais papista que o Papa!

3 comments:

San said...

Mais que papista ela é sim uma digna herdeira de Torquemada! Num país onde o anedotário colectivo se actualiza permanentemente graças ao excelente contributo das figuras públicas, espanta e gela este recrudescimento medieval da sanha contra o riso e o sarcasmo.

maloud said...

A mim espanta-me que algo que se passou num gabinete entre duas pessoas tenha dado origem a processo disciplinar. Seria bom que os nossos jornalistas investigassem quem era o interlocutor do tal senhor suspenso. O resto nem comento. É demasiado estúpido e surreal.

e-konoklasta said...

este caso frisa o ridículo, de todos os lados...