21.3.08

desde a arrumação do caos à confusão da harmonia, todo o tempo é de poesia






do quem conta um conto

4 comments:

isabel said...

Boa Páscoa, eko. Com muita música, cor, amor..

Lola said...

E-ko,

Extraordinário post.

A imagem o poema e a forma como é dito são muito fortes.

Cada vez gosto mais do teu blog.

Linkei-te no LOLA.

Beijinhos.

Ana Paula said...

Está óptima a tua apresentação do poema, o de um poeta inesquecível e pelo qual tenho um especial apreço.

Beijinho!:)

Gi said...

Fantástico E-ko.

e logo de Gedeão, o meu amor primeiro na poesia faz tento tempo ...

Um beijo