13.2.08

ma plus belle histoire d'amour c'est vous...
uma mensagem de São Valentim

Ao e-konoklasta e ao Vicentinas de Braganza, trago as bárbaras palavras da águia negra da canção francesa e a sua declaração dum amor, muito particular, que se dirigia ao seu público e que é, para mim, uma das mais belas canções de amor que conheço.

Hoje, ao passar da meia noite, a nossa charanga, a dali da margem esquerda, que vou preenchendo quando posso, com o que posso, e com o que vou enviando ou encontrando no imeem, deve ultrapassar as 100.000 escutas e só aqui ficou definitivamente depois de terem passado algumas charangas temáticas (cinema, rock, canções de amor, canções de revolta).

Portanto, 100.000 escutas atingidas, mais de 366 faixas de CDs de música de todos os géneros e mais de 40 horas de música ininterrupta. Se isto não é amor então o que será? Não é o rendimento mínimo que paga tudo isto e ainda menos os salários obscenos dos nossos dirigentes de empresas públicas que não recebo mas que também vou pagando. Aqui vai a Bárbara, com uma das suas intrepretações únicas e a sua mais bela história de amor:



Aqui podem ver mais, em pormenor, e fazer avançar ou recuar os títulos da charanga da rádio vicentinas. Se, porventura, alguém tem música interessante para continuar a alimentar esta rádio sem notícias nem publicidade, vou criar um grupo no imeem que se vai intitular "Vicentinas" onde poderão inscrever-se e enviar as vossas músicas. Só vos peço que digam coisas, de preferência simpáticas, na caixa de comentários. É o mínimo que vos peço. Não é pedir demais, pois não?

6 comments:

Bandida said...

les plus belles histoires...

com todo o gosto pela música e pelo teu blog.

"antiqua"s as histórias.

beijo

B.

e-ko said...

obrigada Bandida!

beijo

Ana Paula said...

É serenamente bela, esta canção de amor!

Aliás, por aqui, o bom gosto musical é do mais cativante! :):)

isabel c. said...

obrigada pelas azedas e pervincas!!

não fazia ideia...

podes usar e abusar da minha playlist no imeem.

beijo

e-ko said...

agradecimentos miúdas!

pelos piropos e pela oferta da música.

jinhos

Tárique said...

Vim aqui parar através de um comentário no Arrastão. Não conhecia o e-konoklasta mas gostei do que vi. Aceite a solidariedade de alguém que já sofreu e viu sofrer nas mãos de uma "polícia" selvagem, mal formada e autoritária.