26.11.07

a Europa questiona-se sobre os OGM

Vários Estados Membros da UE pedem a revisão dos procedimentos de autorização dos OGM, que actualmente conduzem a um semáforo aberto na maioria dos casos.

Para ler no le monde e no de rerum natura o post e os comentários. E a Rita (bióloga) diz isto no fim de um seu comentário e com que estou de acordo:
"De qualquer maneira, enquanto o preconceito contra os "ambientalistas" não vos passar, duvido que estejam em posição de formar uma opinião sobre o assunto. O mal é vosso. Se só sabem ver as coisas tipo ambientalista/cientista, ou esquerda/direita, eu acho que há gente nesses grupos todos que se preocupa com a sua saúde e com não dar cabo do ambiente. Acham que não há estudos e cientistas que se manifestam abertamente contra os OGM? Wake up and smell the pollen. Mas cuidado que pode ser GM e já houve gente nas Filipinas a ficar doente nos campos de milho Bt. Procurem, em vez de serem, como todo o bom português, treinadores de sofá."
Aqui outros posts sobre o mesmo tema, podem constatar que os vídeos da conferência de Christian Vélot desapareceram e informo-vos que está a ser alvo de certas formas de perseguição a nível profissionnel com alguns problemas na recondução de contratos e fundos para o laboratório onde trabalha, para ler aqui e aqui.

1 comment:

PostScriptum said...

Questão preocupante sem dúvida a pedir ponderação e muita luta. Defendo o ambiente, mas não me revejo em muitas posições perfeitamente fanáticas que por aí vou vendo.
É certo que os OGM são um mal a combater, mas não será igualmente de combater a agricultura industrial que nos alimenta? Sabes por exemplo que as uma boa parte das alfaces, pepinos, tomates e afins que consumimos nem sequer precisam de terra e que lhes basta um chão de cimento, uma esponja repleta de produtos químicos que aceleram o crescimento?
Não será sensato combater ambas? Depois isto levanta uma outra questão: até que ponto a agricultura biológica é capaz de alimentar a humanidade? Mais, será que esta ainda é possível após a destruição de uma série de plantas que serviam para tratar outras? Ex: a urtiga quase desparecida e que servia para efectuar tratamentos nas videiras após terem sido maceradas.
Um destes dias dedicarei um post a esta temática.