6.10.06

País de Incompetentes...

Os governos não prestam porque os ministros não prestam. Os empresários, já nos disseram há dias, não prestam. Os deputados e os autarcas não prestam e com o Ruas nem as ruas prestam. Não prestam os funcionários públicos. Os médicos e os professores têm a mania, lá porque têm canudos, mas também não prestam, não tenham ilusões. A Justiça, essa então, coitados de nós, está completamente cega, surda e muda, para não dizer moribunda. Os cidadãos, de cidadania não percebem nada, não são melhores do que os outros...
Só nos vale o Sol, não, não é ao semanário a que me refiro, o Sol Sol para o bronzeado, que obriga a usar chapéu, por precaução, e também para justificar que os portugueses ainda têm cabeça, ao menos usam chapéu, e para não queimarem a moleirinha que é fraca.
E não é, que em época de grande corrupção generalizada, mas de longa data praticada, do crime organizado, e bem organizado, bem melhor que certas empresas, não há um gajo que se deixa apanhar pela polícia a dormir no banco que assaltou... caramba, até nem os ladrões e assaltantes prestam ! Que País !

4 comments:

maloud said...

Percebi, porque voltou, mas nunca percebi, porque é que não tornou a ir daqui para fora.

e-konoklasta said...

Pois, fiquei aqui presa num castelo de cartas que já se desmoronou, agora já é tarde...

Filipe Castro said...

eheheh. Concordo plenamente.

Mas nao ha sitios perfeitos. E esse clima, e essa comida, e essas paisagens... Portugal tem coisas absolutamente deliciosas! Ate pessoas! Eu, por exemplo, gosto imenso de voces as duas e leio o que escrevem com imenso prazer. :-)

E aqui ha coisas muito melhores, mas tambem ha coisas muito piores do que em Portugal. Pensem so nas maquinas que elegeram este desgracado, contra a vontade da maioria dos americanos!

maloud said...

Ó Filipe tenha dó. Aqui só se safa o clima e meia dúzia de pessoas. A comida tem dias. Por isso é que eu me esfalfo na cozinha, para pelo menos ao jantar a coisa ser boa. Cozinhar é o meu grande hobby. Quanto à paisagem tirando o planalto mirandês, o meu Douro, abstraindo das lixeiras, e o Alentejo está tudo minado com as maisons de janelas tipo fenêtre.
Falta enumerar alguns miradouros de Lisboa sobre o Tejo e o Porto visto da outra margem. Temos de convir que é pouco.
Se me sair o Euromilhões dou à sola em dois tempos. Vou para a Provença. Devo lá ter tantos amigos como cá.