21.9.08

Chamem-lhe conluio, cartel, oligopólio ou concertação...

"As pessoas do mesmo negócio raramente se encontram, mesmo para prazer e diversão, mas quando conversam acabam sempre numa conspiração contra o público ou numa qualquer maquinação para fazer subir os preços." Esta frase tem 230 anos mas poderia ter sido escrita hoje. O seu autor é Adam Smith..."continue a ler aqui!
E, para sabermos com o que contamos e como a nossa justiça é defeituosa, termina assim:
"Só nos Estados Unidos, há hoje 80 gestores na prisão a cumprir pena por cartel, risco que os gestores acusados no Cartel das Cantinas não enfrentam pois a culpa nestes processos ainda é diluída em multas, aliás, muito inferiores ao lucro. Por enquanto, contudo, todas estas empresas têm os seus contratos activos com os hospitais e escolas, pois, até decisão contrária, toda esta gente está inocente. O Estado continua a pagar-lhes. Isso é saudável. Mesmo que saiba a comida estragada."
Parece que desta vez o Sebastião não comeu tudo sem colher, mas ficamos à espera de resultados em relação às gasolineiras em geral e à GOLPE em particular, nesta questão do preço dos combustíveis ou então é o verde Pinho que nos vai explicar umas coisinhas pouco claras!
Para quando o próximo boicote às bombas da GOLPE e da BP?

2 comments:

concorrênciaaserio said...

Os especuladores 'brincam com isto'...
Na realidade, o mercado nem sempre é optimizador. O negócio da gasolina é uma dessas situações (oligopólio cartelizado).
Solução: Preços administrativos?!?
!!!!!! NÃO !!!!!!


É preciso combater os governantes sabotadores do Estado (Pinas's Moura's e afins): eles estão no governo... para realizar negociatas para amigos...
Os governos devem ser obrigados a trabalhar!... ou seja: é urgente que exista uma Manifestação Popular para exigir que, CONSTITUCIONALMENTE, os governos sejam obrigados a ter em funcionamento empresas 100% públicas (nos sectores considerados vitais para a economia) a fazer concorrência às empresas privadas. Mais, caso um governo não seja capaz de ter essas empresas públicas (a fazer concorrência às privadas - nos sectores considerados vitais) a dar Lucro, então o governo em causa deve ser, CONSTITUCIONALMENTE, imediatamente demitido pelo Presidente da República.
Resumindo: os especuladores privados estão a precisar de concorrência pública a sério!!!

Alien8 said...

e-ko,

Bem dito!

O interessante é que os gestores do Lehmans, da AIG e do Merryl Lynch receberam, creio que no início do ano, prémios por "EXCELENTE DESEMPENHO" no valor de vários milhões de dólares... e andam por aí à solta a gozá-los.

O interessante é que o neoliberalismo de Bush e Cia teve que nacionalizar, em dois dos casos, e emitir centenas de milhares de milhões de dólares, no outro (o que vem a dar no mesmo...), para salvar bancos de investimento e seguradoras dos "efeitos normais e salutares da concorrência"...

Não admira que um dos pais do liberalismo e da teoria do valor tenha escrito as palavras que citaste... ele lá sabia.

O que vale é que aqui, em Portugal, nada disso se passa, os gestores ganham mal e não têm prémios, os combustíveis estão baratos... pois!

Um beijo.