29.12.07

no sorriso brilhante das esfinges...



Espera Incorruptível

espuma eterna das estrelas
visível por entre os ramos nus do inverno

a luz chegou hoje ao fim da tarde
para se apagar no desespero das auroras
manchadas de noturnos por mãos dementes
em acordes lascivos de véus dilacerados

morrendo-se em inadiáveis silêncios iluminados

afogada nos dias sem fulgor
percorrendo as sendas dos centauros
e o sorriso opaco das esfinges

eterna a feroz dor dos desacordes

e-ko
t.al.mat


3 comments:

Gi said...

Eu já ando baralhada e tu ainda me baralhas mais. Eu já não comentei este post? :) Estou pior do que pensava :)

Está magnífico.

Obrigada pela companhia que me tens feito, pelos pequenos mimos que me vais deixando. Desejo um BOM ANO para ti e para os teus.


Um beijo grande

CresceNet said...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.

e-ko said...

não estás nada pior... é que já tinhas visto esta imagem no IMAGO.

beijinho