20.11.07

será que a ameaça é séria ?


Amazon acabou de lançar este "leitor" electrónico de livros com o nome de "kindle" (acender, brilhar, irradiar). Mais detalhes aqui e aqui.
Mais um aparelho com acesso à net, depois dos PC e télélés... Não me importo nada de ler textos longos no PC portátil, mas este gadget não só é caro, o serviço não é dado, e, questão ergonomia e design, não me convence, parece uma calculadora de farmácia de hospital.
Seja como for, as editoras que se cuidem, porque as ameaças ao livro papel hão-de acabar pour convencer muita gente, com uns melhoramentos e uns preços mais simpáticos... sinceramente, entre edições mal impressas - livros do Brasil e edições Europa América, para não citar outras editoras - e esta forma de ter à disposição mais de 10 000 títulos, à mão, e 200 na memória do "irradiante" seria uma boa opção para mim. Livros... livros, só as edições especiais ilustradas. Estou farta de andar de biblioteca às costas quando mudo de casa...

1 comment:

PostScriptum said...

Pessoalmente não largarei o livro em papel. Por agora são apenas alternativas que ainda não constituem ameaça.