4.9.06

o jardim budista de Berardo

9 comments:

pedro silva said...

Bem..... você parece que adivinha.
"Ryders on the storm" dos doors , das melhores senão a melhor dos Doors. Isto só pela musica vale sempre a pena vir aqui...

e-konoklasta said...

Como tenho o verbo ferrogento... desforro-me com os versos do Jim Morrison. Estou a preparar um post sobre ele... depois logo me diz o que pensa.

maloud said...

No fim põe o Estado a tratar e pagar a sua manutenção.
E mais uma viagem à adolescência.

e-konoklasta said...

maloud,

Não percebo, qual é o Estado que paga a minha manutenção ? Não recebo um kopek de Estado nenhum e ainda tenho que esperar que os nossos santos médicos se dignem reparar os erros que fizeram. Foi a porcaria do Estado que temos, com os seus sucessivos governos que me puzeram neste estado, pela falta de controle duma classe médica incapaz, corrupta, aldrabona, em suma, desonesta. Sinceramente, não percebo onde quer chegar... julga que tenho prazer em esperar e sofrer ? às minhas espensas.
Devia era ter pedido uma indiminização como se faz em países civilizados...
Mas não estamos num país civilizado.

e-konoklasta said...

maloud,

"La nuit porte conseil"

e volto ao seu comentário, que acho muito pérfido e insuficientemente sibilino, afinal.

Não sei que julgamento lhe é permitido sobre a minha pessoa e o que faço e não faço neste blog. Está com medo de pagar, do seu bolso, pelos impostos, a minha manutenção e o que aqui vou fazendo ? Creio que deixei claro, no comentário precedente, que não só sou eu própria que me assumo financeiramente, e desde a tal adolescência a que faz alusão, nunca tive papás nem mamãs e tão pouco o Estado a pagar, a mínima bolsa, para nessa adolescência, ter feito estudos. A independência e a liberdade paguei-as e bem caras.
Depois, se o Estado me pagasse, pelos erros que tem permitido a corporações, que têm posto o próprio Estado de pantanas e a minha própria vida, não faria nada de mais, o que não é o caso, e, sobre tudo, isso são questões que não lhe dizem respeito e nem sequer deveriam ser objecto de comentário neste blog.

Talvez tenha lido um comentário que fiz num blog, por onde também passeia, em que digo que estou de "baixa forçada" há muito tempo. Pela "baixa" que não é mais que uma "boutade" e forçada pelo enferrujamento e desleixo desse mesmo SNS e digo-lhe que me tem custado muito caro, a um ponto que não pode imaginar...Sou eu que estou a assumir os erros dos outros...e a todos os níveis.

Mas, se está muito preocupada com o défice das contas do Estado, proponha-me de pagar a minha manutenção do seu próprio bolso e deixe de fazer comentários destes!

Acha o blog supérfulo e superficial... não a obrigo a aqui vir.

Sinceramente, não esperava isto de si!

e-konoklasta said...

maloud,

Se fui injusta e se há mal entendido, diga qualquer coisa. Os comentários sobre o jardim estão no post principal. Aqui, foi o Pedro que veio comentar a música.

maloud said...

E-Konoklasta
Ainda bem que consegui cá entrar, para desfazer um enorme mal-entendido.
Eu referia-me ao jardim do Joe Berardo e não a si.
Aliás, quem me conhece sabe que não faz o meu estilo comentar em estilo sibilino, como lhe chama, porque eu chamar-lhe-ia insultuoso, os autores dos blogs. Tenho um enorme respeito pelo trabalho dos outros e seria uma canalhice da minha parte fazê-lo. Quando estou em desacordo com um post ou exprimo-o frontalmente ou uso uma ironia que, do meu ponto de vista, não fira. Se começar a perceber que um blog quase sempre me desagrada, risco-o da minha lista de favoritos e deixo de o visitar.
Quanto ao problema de saúde que o atormenta e à forma como foi e é tratado pelo SNS, acho que anteriormente lhe manifestei o que pensava, portanto é inútil repeti-lo.
Espero ter sido clara, mas se subsistir alguma dúvida, diga-me. Mal possa entrar aqui de novo, tentarei desfazê-la.

e-konoklasta said...

maloud,

Ainda bem que assim é. Que venha sempre quem vem por bem.

maloud said...

E-Konoklasta
Como sabe, o seu blog, no meu caso, é uma enorme aventura. Vai daí tenho de andar depressinha, se quero escrever alguma coisa. Esta foi a razão, porque não me apercebi que deveria ter comentado o sr. Comendador noutro lado e a música, a tal que me fez regressar à adolescência, aqui.
PS- Depois de várias tentativas cá estou de novo. Que alívio!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...