7.5.06

nas ondas dos blogues


Há já algumas semanas, que me interrogo sobre se não deveria fazer, de vez em quando, uns postes sobre música, actual ou menos recente. Isto porque, já perceberam, gosto de música, conheço algumas coisas, lá vou encontrando coisas novas interessantes, poucas, "hélas", mas sempre vai aparecendo um CD ou outro de que gosto.
Foi o Filipe do "Oeste Bravio", que com o seu comentário sobre os vídeos, que aqui passei, dos Velvet Underground (o Lou Read era o vocalista, naquela altura) e os Apocalíptica que se tornaram conhecidos, por terem adaptado algumas faixas dos Metálica aos seus violencelos, para gravarem um disco, que teve muito sucesso; agora podem permitir-se tocar as suas próprias composições e foi uma delas que por aqui andou. Também o hefastion me pareceu gostar das charangas que aqui ponho e a maloud agradece os novos sons.
Claro que estou mais à vontade com as artes visuais, mas sem ser especialista, prometo tentar não dizer muitos disparates sobre estes assuntos e limitar-me à minha intuição. Depois, podem caír-me em cima, serão as minhas escolhas, resta-vos as caixas de correio, onde, até nos irão sugerir, o que me esteja escapando.
Hoje, vou limitar-me a transmitir-vos uma notícia quase surpreendente:
Los Angeles
Bob Dylan, símbolo da canção "engagée" dos anos 60, recebeu torrentes de cumprimentos por parte dos críticos, depois da sua prieira emissão de rádio como animador.
O autor dos imortais "Mr Tambourin Man" e "like a rolling stone", com 64 anos, assinou contracto com uma rede de rádio por satélite, para uma emissão semanal.
Na sua prieira emissão, Dylan foi ecléctico, passando canções de Judy Garland, Sinatra, Muddy Waters ou Jimi Hendrix, que já aqui passou em vídeo.
Com a presença de Dylan nas ondas, XM vai tentar ficar com o avanço que tem sobre o seu concorrente Sirius.

6 comments:

hefastion said...

e-konoclasta,

sei muito pouco de música, mas a sua ideia parece interessante.
Vou ficar atento às suas opções.

Quanto ao mítico Bob Dylan é fascinante a notícia que postou.
Quanto ao ecletismo de Dylan, será uma questão de idade?

Sobre o vídeo de Michael Buble, tem imensa graça, tudo tão certinho e "colegial". Fixe.

maloud said...

Às vezes só quando entro aqui é que me lembro de pôr som.
Gostei de saber desse sucesso do Bob Dylan. Afinal é um dos "monstros sagrados" da minha juventude. Acho que tenho todos os seus discos em vinyl. Estão na cave, mas não me passa pela cabeça desfazer-me deles.

pedro silva said...

Meu caro amigo, se hendrix já passou aqui em video,faço desde já uma petição subscrita por mim para que volte a passar.

O homem que hipnotizava guitarras tem de ser revisto.

e-konoklasta said...

Depois de uma longa impossibilidade em continuar a alimentar este blog, por motivos da má saúde do nosso serviço NATIONAL de Saúde, cá volto. Vou pôr o Hendrix na agenda deste fim de semana.

Em matéria de vídeos há muitas limitações. Não se encontra muita coisa interessante e, quando se encontra, nem sempre é utilizável.

Não só tenho acesso a um Hendrix histórico, como também à actuação de Janis Joplin, que também já passou aqui.

Filipe Castro said...

Tambem acho a ideia optima!

Filipe Castro said...

Excelente ideia!!! Eu passei tres meses sem vir aqui e as tuas escolhas musicais fizeram-me imensa falta!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...